Marketing Sensorial Gofind

Marketing Sensorial: Utilize os 5 sentidos para vender mais!

Muitas estratégias de marketing visam um processo de compra mais natural e agradável, com maior autonomia e liberdade para o consumidor. 

Este é o objetivo do marketing de conteúdo e também do marketing sensorial, sendo esta mais uma excelente alternativa para atrair e conquistar novos clientes.

Afinal, é a partir de uma jornada de compra realmente agradável, sem ruído de informações, atendendo às expectativas geradas e mantendo um alto nível de interesse pelo produto que se consegue obter clientes satisfeitos e compras recorrentes.

Quer saber como criar um ambiente favorável à geração de negócios de sucesso? Continue a leitura no post abaixo!

O que é o marketing sensorial?

O marketing sensorial é uma estratégia utilizada para estimular pelo menos um dos cinco sentidos. 

Seu objetivo é despertar nos consumidores a sensação de necessidade e desejo de adquirir um produto ou serviço, com base em uma experiência única e memorável.

Veja abaixo uma lista dos sentidos que podem ser explorados:

  • Visão
  • Tato;
  • Olfato;
  • Paladar;
  • Audição.

Entenda como a Gofind te ajuda a vender mais!

Como o marketing sensorial funciona?

Os cinco sentidos dos seres humanos são características subjetivas e cada uma delas é mais ou menos desenvolvida em cada indivíduo. 

Cada um deles pode contribuir e lhe ajudar a criar uma atmosfera perfeita de vendas, criando uma conexão com o consumidor que vai além do produto em si.

A ideia por trás desta estratégia é fazer com que o consumidor tenha uma experiência de compra singular. Isso não significa que a sua estratégia de marketing deva considerar carros de som ou painéis de LED.

Contudo, ela deve buscar entender quais são as formas sensoriais necessárias para despertar a necessidade  e o desejo em fazer a compra, causando a sensação de bem-estar, prazer e positividade.

Entenda os cinco sentidos

  • Visão

A visão é um sentido poderoso quando trabalhamos com o reconhecimento de marca.

Por isso, é muito importante utilizar os conceitos de identidade visual, isso afirma seu posicionamento e cria uma unidade para a marca tanto para os consumidores quanto para o mercado.

Desta forma, sempre que o cliente ver cores, fontes ou formas presentes na sua marca e materiais de comunicação, se lembrará de você.

  • Paladar

O paladar é um forte exemplo de como até mesmo empresas que não conhecem o conceito de marketing sensorial utilizam a estratégia sem saber.

A exemplo de empresas prestadoras de serviço, como escritórios de advocacia, contabilidade, clínicas médicas e mais recentemente, barbearias. 

Em muitos destes estabelecimentos é oferecido ao cliente desde um cafezinho, até petiscos e cervejas, seja de forma gratuita, enquanto esperam o atendimento ou como um produto que pode ser comprado durante o atendimento.

Este tipo de marketing que visa a experiência estimulando o sentido do paladar cria uma conexão e transforma um simples atendimento em algo mais agradável.

  • Tato

O tato pode parecer um pouco mais difícil de ser explorado, mas é um outro exemplo de estratégia muitas vezes desenvolvida sem saber da existência do marketing sensorial.

Veja o exemplo de lojas de móveis e tecidos, nestes lugares o cliente gosta de tocar o produto para sentir sua textura, dureza e maciez. 

Além disso, qualquer empresa que venda produtos físicos, como alimentos, por exemplo, possuem a experiência  do tato.

  • Audição

A audição é um dos sentidos mais comuns a ser explorado pelas empresas, seja com peças de comunicação com áudio ou playlists criadas baseando-se em temas inspirados nos produtos e serviços oferecidos.

Isso ajuda a criar uma experiência positiva, fazendo com que o consumidor lembre-se da marca sempre que ouvir o som.

Marcas de alimentos e bebidas podem utilizar esta estratégia, tanto quanto academias e lojas de todos os tipos.

Marketing sensorial e neuromarketing

O marketing sensorial, na realidade, pode ser entendido como uma subcategoria dentro do neuromarketing.

Ou seja: enquanto o marketing sensorial se encaixa mais como uma estratégia, o neuromarketing é uma ciência que busca por meio do estudo neurológico, identificar as razões que provocam os comportamentos de consumo.

Para isso, realiza o mapeamento das áreas do cérebro responsáveis pela tomada de decisão, como resultado, entrega quais táticas podem ser usadas para que esse objetivo seja concretizado.

Assim, o neuromarketing mostra os caminhos, já o marketing sensorial aproveita dessa orientação de forma prática para provocar os sentidos.

Benefícios do marketing sensorial

Hoje sabemos todos de todos os benefícios causados pela transformação digital nos negócios, gerando um aumento considerável na competitividade do mercado.

Criando a necessidade de planejar e executar estratégias cada vez mais assertivas de retenção e atração de clientes.

Veja os principais benefícios desta estratégia:

Como vender na prática utilizando estímulos sensoriais?

Como falamos acima, a jornada de compra é parte fundamental das estratégias de marketing da indústria ou do varejo. Por isso, o shopper moderno considera, mesmo que inconscientemente, todos os estímulos que recebe para a tomada de decisão.

Hoje sabemos que grande parte deste processo de compra acontece no ambiente digital, com o shopper moderno preferindo conhecer o máximo possível sob o item que deseja antes mesmo de decidir comprar online ou ir até uma loja física.

Por isso é necessário atentar-se ao bem-estar do público, produzindo estímulos sensoriais que os ajudem a perceber o quanto o seu produto é uma excelente opção.

Esta tática se aplica tanto ao ponto de venda físico, com estratégias personalizadas de trade marketing, quanto à vitrine digital dos seus produtos, com estratégias de digital merchandising.

Veja como começar a aplicar agora mesmo na sua empresa, lendo o nosso outro texto chamado: Digital Merchandising: o que é e como usar nos negócios

Ferramentas que auxiliam na atração utilizando os 5 sentidos

  • Simplus

A tecnologia da Simplus é uma plataforma de cadastro qualificado de produtos para o varejo, ou seja, ela captura, valida e distribui mais de 160 informações.

Informações como, imagens, descrições e informações técnicas de produtos com garantia de qualidade para canais de venda físicos e digitais.

Trata-se de uma solução preparada para lançamento de produtos, antecipação do ciclo de vendas e gestão centralizada do portfólio.

  • Intellibrand

Uma ferramenta que potencializa as vendas da indústria em e-commerces, ou seja, a solução é desenvolvida para marcas que desejam aumentar ou desenvolver a presença digital, através de lojas virtuais e e-commerces.

Ambas as plataformas são focadas em cadastrar produtos em lojas virtuais, aplicativos, e-commerces e marketplaces de forma adequada, com as informações corretas, benefícios, fotos e imagens reais, bem produzidas e atrativas ajudam a desenvolver o desejo de consumo.

Isso transforma o processo de pesquisa e descoberta do produto em uma atividade simples, prática e satisfatória para o consumidor.

Exemplos de marketing sensorial bem sucedido

  • Lacoste

A famosa grife de roupas também investiu em marketing sensorial para oferecer aos seus clientes uma experiência única.

O sentido usado como estratégia foi a audição, criando uma playlist repleta de músicas harmônicas à sua essência, e claro, adequada aos gostos do seu público-alvo.

Enquanto os clientes faziam as compras, eles ouviam as músicas. A proposta de oferecer uma experiência completa naqueles momentos agradou seu público exigente.

  • Apple

Considerada uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, a Apple usa os sentidos para vender os seus produtos de diversas maneiras. 

A visão, por exemplo, é um dos mais instigados, uma vez que ela oferece produtos com identidade visual reconhecível e marcante, com um design elegante que conquista os fãs do estilo minimalista da marca.

  • Nutty Bavarian

A marca que comercializa mix de nozes e castanhas assadas, utiliza o marketing sensorial pelo olfato. 

Em uma pesquisa feita pela própria empresa, com 300 consumidores, foi identificado que 66,77% dos clientes se sentiram motivados a comprar o produto após sentir o cheiro dele. 

Além disso, para proporcionar uma experiência sensorial ao seu público, a Nutty Bavarian não utiliza essências ou aromas especiais: o cheiro é das castanhas que acabaram de sair do forno.

Gostou? Conheça a nossa solução para marcas →

Como a Gofind ajuda a sua empresa a alcançar seus clientes?

Localizador de Produtos Omnichannel integrado nos canais de comunicação da marca The Vegetarian Butcher - Unilever Food Solutions

Para ajudar a conectar marcas e varejos ao propósito de atrair e fidelizar seus consumidores, unimos as tecnologias da Gofind, Simplus e Intellibrand.

Esta união de tecnologias inovadoras nos possibilitou criar o Primeiro Localizador de Produtos Omnichannel do Brasil.

Uma plataforma que mapeia e mostra a disponibilidade de produtos em todos os canais físicos e digitais da marca (site, redes sociais, aplicativos de delivery).

A ferramenta consiste em um mapa digital personalizado que é integrado aos canais da marca e mostra, em tempo real, onde cada produto está disponível nos pontos de venda.

Possibilitando ao consumidor comprar online, traçar rotas até lojas próximas ou pedir para entregar e receber em casa, tudo em uma mesma plataforma, em poucos cliques.

Além disso, a ferramenta oferece um portal do cliente, onde é possível acessar analytics completos, com dados sobre a performance dos produtos, positivação no PDV, dados demográficos e informações que empoderam a equipe de marketing, trade e vendas para antecipar eventos de ruptura.

Conheça esta e outras soluções do nosso Localizador de Produtos!

Veja também o depoimento do Gestor de Marketing e Trade da Caldo Bom Alimentos sobre as nossas soluções:

“Com o mapa interativo ‘Onde Encontrar’ da Gofind, temos uma ferramenta que atua ao longo de toda a cadeia de distribuição. De novas prospecções de mercado, percepção de share regional, negociações com os compradores, até a ponta no público-alvo que tem uma maior facilidade de encontrar nossos produtos. Convergimos os esforços de marketing para atuar na jornada do shopper, do reconhecimento à decisão de compra através desta parceria.”

José Felipe, Gerente de Marketing e Trade – Caldo Bom Alimentos

Conclusão: Aplique o marketing sensorial na sua estratégia!

Mais do que apresentar um produto e listar todos os seus benefícios, é preciso mostrar onde encontrar e como comprar.

É possível fazer com que cada  produto seja compreendido pelo próprio indivíduo sem que a marca ou a loja precise utilizar argumentos comerciais e agressivos de venda.

Isso acontece ao estimular boas sensações a respeito dos produtos, como aconchego, bem-estar e positividade.

A partir disso, cria-se uma atmosfera favorável ao fechamento de novos negócios.

Também é possível criar ambientes e situações propícias para que o cliente lembre-se da sua marca ou do produto onde estiver: ao ver certa imagem, ao ouvir certos sons e músicas, sentir um cheiro específico ou visitar locais que tenham semelhança com a estratégia visual escolhida pela empresa. 

A lembrança é instantânea, consistente e além disso, ajuda negócios a crescer atraindo mais consumidores, tornando-os clientes satisfeitos que tendem a retornar e comprar mais vezes.

Gostou? 

Aproveite para ler nosso outro conteúdo voltado para potencializar suas estratégias de marketing: Canais de Marketing: 6 opções de canais [+ Guia completo]

>>> Leia mais conteúdos como este!