Blog

Marketing orientado a dados: o que é e como ser Data-Driven

Entenda o que é Data Driven Marketing e como orientar decisões estratégicas baseando-se em dados para potencializar os resultados da sua empresa.

 

Quem é profissional de marketing ou desempenha uma função estratégica nos negócios, sabe que é fundamental coletar dados e fazer análises para tomar decisões, realizar planejamentos e definir planos de ação.

Seja para  identificar e resolver problemas ou potencializar bons resultados obtidos, extraindo o melhor de cada estratégia.

Se você se encaixa neste perfil ou ficou interessado em saber mais sobre os objetivos e benefícios do Data Driven Marketing, continue neste post e descubra como aplicar esta no seu negócio.

O que é

Data Driven Marketing ou marketing orientado a dados é uma estratégia na qual se obtêm informações, tendências e projeções futuras através da análise de dados gerados pela empresa ou pelo mercado, transformando-as em ideias e decisões práticas com o objetivo de aumentar o desempenho de campanhas, planejamentos estratégicos ou metas de crescimento da empresa.

Além disso, podemos dizer que esta estratégia significa primordialmente,  usar dados para tomar decisões mais objetivas sobre a estratégia de marketing.

Para que serve?

Em uma tradução literal, Data Driven significa “direcionado por dados” ou “orientado a dados”. Isso quer dizer que as decisões e ações a serem tomadas, são feitas à partir de números e dados extraídos por análises científicas, e não por mero “achismo”. Ou seja, ser data-driven é deduzir menos e analisar mais.

Desta forma, podemos definir que a sua finalidade é diminuir a probabilidade de erros, estudando padrões e tendências para tornar as ações mais assertivas. Evitando desperdício de verbas, esforços de marketing e investimentos.

Segundo a Certain Digital, empresas que adoraram a implementação do data-driven marketing em suas rotinas de trabalho, tiveram em média, um aumento entre 10 e 20% no ROI.

Quais os benefícios?

Estratégias de marketing digital, costumam ser atrativas por alguns fatores importantes, como a segmentação correta do público, maior controle de verba e quantidade de dados que podem ser extraídos e analisados. Por isso, vamos aqui apresentar e discutir alguns dos benefícios de se tornar Data Driven:

  • Segmentação do público

Muitas empresas escolhem fazer o data-driven marketing para melhorar a segmentação do público.

Com os dados certos, marcas conseguem saber exatamente qual consumidor está atingindo em cada canal e qual é o horário correto para impactá-los.

Ajudando a concentrar as ações de marketing nos melhores momentos e canais, melhorando a efetividade  das suas campanhas.

  • Conteúdos relevantes

Uma mensagem relevante é o que há de mais importante para uma campanha de marketing.

Em um mercado cada vez mais concorrido, é necessário personalizar conteúdos, adequando a comunicação de acordo com a persona (público) e com os interesses dela.

Portanto, para a estratégia de data driven, coletar dados, contribui com a identificação e separação do que é relevante ou não para o seu público. Para isso, você pode utilizar ferramentas de automação de marketing, como Google Analytics ou ferramentas de monitoramento de redes sociais para coletar dados relevantes e informações.

  • Testes A/B

Ferramentas de marketing e soluções de automação também oferecem como benefício maneiras mais eficientes de refinar as estratégias de marketing e focar no seu objetivo, realizando testes A/B.

Muito comum no marketing digital e redes sociais, nesta modalidade você pode fazer dois testes mudando apenas uma variável entre eles para avaliar o que gerou melhores resultados. Desta maneira, você não perde tempo supondo o que deve ou não funcionar melhor com o seu público.

No data driven marketing, os testes eliminam a necessidade de fazer suposições e permitem que você tome decisões orientadas a dados, o que diminui a chance da sua decisão resultar em falhas no futuro.

É claro que isso faz com que você concentre seus esforços em projetos que oferecem melhores resultados, com um ROI superior e maior percepção de valor pelo consumidor.

  • Melhora a experiência do consumidor

O data driven marketing também pode  servir para otimizar a experiência do cliente.

Ou seja, você pode avaliar taxas de rejeição elevadas ou taxas de conversão baixas, em certos pontos das campanhas vigentes e ajustá-las conforme necessário, para que a experiência do cliente seja otimizada e consequentemente melhorada.

Este é o tipo de iniciativa que tem um poderoso impacto nos números de atração e retenção de clientes.

Plataformas e tecnologias

Ja falamos aqui que qualquer estratégia de marketing digital que pretende ser bem sucedida precisar usar dados o máximo possível.

Por isso o Big Data é tão importante, exaustivamente citado nas falas de especialistas em ciência de dados.

Pois bem, para ajudar profissionais de marketing e gestores de canais de vendas e comunicação, as plataformas desenvolvem cada vez mais tecnologias que permitem a visualização, análise e extração de dados com muita facilidade.

As mais famosas são as ferramentas do Google, com seu analytics, além das plataformas de gerenciamento de redes sociais e outras ferramentas de marketing que oferecem serviços de  otimização de campanhas que vão desde o mais básico, como a programação de anúncios, até a segmentação avançada com técnicas de Geomarketing.

Geomarketing: Entenda e aprenda a utilizar na sua empresa

Estas soluções utilizam novas tecnologias como a inteligência artificial e o machine learning para ajudar marcas a melhor seus processos e aumentar a rentabilidades, oferecendo insights com gráficos, listas e tabelas essenciais para qualquer planejamento estratégico.

Seja Data Driven

Com a alta competitividade do mercado, os dados regem as principais decisões estratégicas dos negócios. Este é um requisito básico para se manter competitivo e ter alta performance.

Se você ainda não está usando dados para obter informações de marketing e orientar tomadas de decisões, reveja seu planejamento e comece agora mesmo.

O volume de dados é tão grandioso, que o mundo digital passa a servir como fonte de informações sobre as preferências dos consumidores e potenciais clientes, permitindo uma melhor experiência com a sua marca ou com o seu produto.

O que muito tinham como o futuro, torna-se uma necessidade atual, urgente, e que precisa da atenção das empresas para manter sua competitividade e garantir a sobrevivência no mercado.

O “achismo” ficou para trás e a era da análise de dados chegou para ficar!

 

Gostou?
>>> Quer saber mais sobre estratégias, técnicas e ferramentas de Marketing para potencializar resultados?

Continue no blog e leia mais conteúdos como este!