Blog

Machine Learning: o que é e como usar no marketing

Veja como melhorar o desempenho das suas campanhas de marketing digital através da inteligência artificial. Utilize tecnologia e inovação para tomar decisões e potencializar resultados.

 

Com certeza você já deve ter ouvido falar de Machine Learning, talvez até já saiba o que este termo significa e sobre o que se trata. Contudo, muitas são as suas possibilidades de aplicação, negócios de diversos segmentos podem utilizar seus conceitos para fins diversos.

Neste post, iremos abordar o tema de forma prática, para que você possa compreendê-lo de uma vez por todas e para que comece a utilizá-lo no workflow da sua área de trabalho, marketing e planejamento de campanhas. 

Se esta é a sua área ou você está interessado pelo assunto, continue e acompanhe no texto post abaixo como aproveitar o machine learning e inteligência artificial a favor do seu negócio.

 

O que é? 

Para que possamos prosseguir para as aplicações práticas é necessário, antes de mais nada, começar do início. Ou seja, pelo significado de Machine Learning.

 Traduzido do inglês, “machine learning” significa aprendizado de máquina, uma técnica que abrange a ideia de máquinas têm a capacidade de aprenderem sozinhas a partir de um grande volume de dados.

Em outras palavras, é possível aumentar a nossa capacidade de resolução de problemas e antecipação de riscos, com base nos resultados levantados pelos algoritmos de aprendizado. Isso se aplica em questões relativas ao grande conjunto de dados armazenados (Big Data).

Conheça a nossa solução para marcas 

 

Como funciona?

O material estudado pelas máquinas e seus programas são os dados. Quanto mais informações alimentarem os sistemas, mais padrões serão encontrados através da análise de dados, mais respostas surgirão e maior será a facilidade para solucionar os problemas.

Assim, os algoritmos de machine learning e deep learning conseguem fazer uma varredura completa nessa imensidão de dados e chegar a um altíssimo nível de previsibilidade.

Estes algoritmos são, basicamente, programas que analisam sequências de ações precisas, como um passo a passo que resolve uma tarefa automaticamente. Cada algoritmo aciona um comando diferente para lidar com os dados que a máquina recebe, e a combinação entre eles gera o machine learning.

É desta forma que aplicativos de geolocalização, como o Google Maps, indica o melhor caminho com base na sua localização e eventos próximos e a Amazon recomenda produtos de acordo com seus hábitos de consumo e buscas locais na internet.

 

Para que serve?

Pois bem, um bom algoritmo de aprendizagem de máquina depende exclusivamente do problema a ser resolvido, pois não há um padrão que funcione perfeitamente para todos os casos. Afinal, máquinas não fazem o que queremos, elas fazem o que mandamos através dos programas.

Isso quer dizer que a inteligência artificial depende inteiramente da inteligência do cérebro humano. É você quem treina a máquina e determina qual será o melhor algoritmo para chegar aos resultados que você espera. Por isso, é preciso conhecer a fundo o seu problema e possíveis caminhos para solucioná-lo, antes de a máquina começar a fazer previsões e encontrar padrões.

Sabemos que muitas são as aplicações do machine learning, é uma tecnologia que está cada vez mais em uso e que pode ir desde os negócios mais simples, até os mais complexos da ciência da computação, como o desenvolvimento de carros autônomos e análises espaciais.

Estes são alguns dos usos mais comuns:

  • Ferramentas de busca online;
  • Coleta e análise de dados;
  • Detecção de spam;
  • Organização e classificação de dados;
  • Soluções em automação;
  • Reconhecimento biométrico e de voz;
  • Sistemas de vigilância;
  • Robótica e veículos autônomos.

Conheça a nossa solução para marcas 

Como usar no marketing da sua empresa?

O marketing digital é uma estratégia que está sempre se modificando, em constante evolução para se adequar às novas tecnologias. 

Felizmente, o machine learning veia para ajudar e pode fazer parte desta evolução. Com ele, é possível automatizar diversas tarefas, otimizando o tempo da sua equipe, coisa que antigamente seria necessário muito tempo para ser realizado. 

Esta técnica pode ser usada para resolver um enorme conjunto de problemas e aprimorar a aprendizagem não supervisionada, com a ajuda de dados, canais, conteúdo e contexto, fica muito mais fácil focar em executar tarefas e pensar na estratégia como um todo.

Conheça as principais aplicações do machine learning ao marketing digital:

  1. SEO: através do machine learning, o algoritmo utilizado precisa ter o foco de fornecer a cada usuário conteúdos mais relevantes, no lugar de palavra-as chave apenas. Portanto, é preciso começar a pensar sobre a qualidade do seu conteúdo como ele pode performar e classifica-se melhor nos motores de busca local.
  2. Campanhas no Google: com os novos recursos de marketing inteligente do Googl, o futuro do PPC (campanhas de pagamento por clique) acabou envolvendo também o machine learning. Para isso é preciso conhecer as métricas mais valiosas para sua empresa e focar na sua análise como: compreender os obstáculos e dificuldades para os seus objetivos; acompanhar o desempenho das suas campanhas; tomar decisões mais estratégicas; entender e saber como funciona os novos recursos inteligentes do Google.
  3. Marketing de conteúdo: com as ferramentas de machine learning é possível entender melhor o perfil dos seus clientes e qual caminho eles percorrem para chegar até você. Isso te ajuda a rastrear os conteúdos mais relevantes para ele e o que ele gosta de consumir.
  4. Link Building: após o lançamento do algoritmo Penguin, pelo Google, que penalizava negócios que praticavam a compra de links em outros sites, o link building evoluiu. Agora, o profissional de marketing precisa investir em conteúdo de reconhecimento de marca, através de artigos que mencionam sua empresa e pesquisa de conteúdo relevante em sites parceiros em vez de simplesmente comprar seus links.

Conheça a nossa parceria com o Google 

Conclusão

Apesar dos conceitos de inteligência artificial e machine learning serem antigos, apenas recentemente passou a ser utilizado em larga escala. 

Contudo, ainda estamos só no começo. Agora que já sabemos o que o aprendizado de máquina é e como aplicá-lo nos negócios, ele poderá entrar na sua estratégia com o objetivo de entregar para o cliente uma experiência mais rápida e personalizada, que vá além de suas expectativas.

Afinal, investir na experiência do consumidor com tecnologias que permitam uma maior conexão dele com a sua marca é o caminho ideal para toda empresa que pretende melhorar seus resultados.

Gostou? Quer saber mais sobre ferramentas de marketing para otimizar campanhas de promoção e lançamento de produtos?

Clique aqui e conheça a nossa solução!